HomeProjetosGrupos

Grupos de danças

Contemporânea Ensemble
O grupo Contemporânea Ensemble atua na área artística desde 2002, produzindo espetáculos de dança moderna e contemporânea, voltados para o público adulto, juvenil e infantil. Desta forma, nas suas apresentações, o grupo procura priorizar espaços para oficinas sobre dança e workshops nas comunidades para as quais se apresenta. A proposta do grupo tem favorecido a sua escolha em editais de circulação de espetáculos promovidos pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia para realizar um trabalho de formação de plateias para a dança.

Depois de vencer festivais importantes na Bahia como o Festival de Dança de Salvador, o Festival Feira Dança, e trabalhar com coreógrafos de renome como Marcelo Moacyr/BA, Daniela Stasi/SP, Edith Méric/ França,Gerard Laffuste/França, Matias Santiago/BA, Giovanni Luquinni/EUA e Lori Belilove/EUA, o grupo passa a viajar como convidado de festivais, a exemplo do IIIº Intercâmbio de Linguagens Infantis no Rio de Janeiro e o Festival Ballace e a circular pelo interior da Bahia realizando espetáculos e workshops com o apoio da Fundação Cultural e da Secretaria do Estado da Bahia.O trabalho do grupo, na elaboração da Jornada de Dança da Bahia de 2005 e 2009, rendeu um convite para participar junto com a Isadora Duncan Dance Company  de apresentações no Alice Museum(2006) nos Estados Unidos e em 2010 no Dance Theather Worksh
op em Nova York, como parte da programação da WDA (World Dance Alliance). Em 2014 apresentou-se no Summerwharft Festival em Frankfurt e em 2016 no congresso CID em Atenas e Pyreus na Grécia.

Ambas as jornadas tiveram como foco o legado deixado por Isadora Duncan e foram responsáveis pela especialização do grupo no repertório desta criadora. O Contemporânea Ensemble é o único grupo no Brasil a trabalhar com regularidade sobre este repertório, que tem um enorme significado para a história da dança. O grupo tem buscado articular este trabalho a novas propostas contemporâneas de criação e de investigação.

 

Prêmios Recebidos:

2002- 1º lugar no Festival de Dança de Salvador, categoria Dança Moderna Avançado.
2003- 1º lugar no Festival Feira Dança/ Feira de Santana – Bahia
2006- Grupo selecionado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia ao prêmio Quarta que Dança
2006– Grupo selecionado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia ao prêmio Circulador Cultural
2008- Grupo selecionado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia ao prêmio Ninho Reis de Circulação Cultural
2008- 1º lugar no Festival de Dança Ballace na categoria Dança Moderna Avançado
2009- 1º lugar no Festival de Dança Ballace na categoria Dança Moderna Avançado
2010- Grupo selecionado pelo edital de Intercâmbio Cultural da Secretaria de Cultura do
Estado da Bahia para viagem a N.York.

2011 -1º lugar no Festival de Dança Ballace na categoria Dança Moderna Avançado (solo e conjunto)

2012 -1º lugar no Festival de Dança Ballace na categoria Dança Moderna Avançado(solo e conjunto)

 

 

 

Mantra Cia de Dança
A Mantra Cia de Dança, foi criada em 1987 pela sua diretora, a dançarina Fátima Suarez. Dentre as suas principais coreografias e coreógrafos estão:

- Garimpo (1987) - Paulo Fonseca e Armando Pekeno
-
Guernica (1989) - Marcelo Moacyr
-
Outono (1990) - Tíndaro Silvano
-
Summertime (1991) - Marcelo Moacyr
-
Primavera (1992) - Ana Maria Mondini
-
Sam (1994) - Marcos Moura
-
Persona (1995) - Giovanni Luquinni
-
Mangue (1996) - Gisela Moreau
-
Crase - (1997) - João Teixeira, Carlos Antônio e Fátima Suarez
-
C'senta (1998) - João Teixeira, Carlos Antônio e Fátima Suarez
-
O Carvalho - (2007) - Fátima Suarez, Edith Méric, Jorge Alencar
A companhia já realizou 6 tournées nacionais percorrendo as principais capitais brasileiras: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Goiânia, Distrito Federal, Natal, Recife, Fortaleza, Maceió, João Pessoa e Aracajú.
No ano de 1996, a companhia fez a sua primeira viagem internacional, a convite da Université Lumiére de Lyon, na França. Em 1999, participou do Festival de Dança de Toulouse, também na França.

Em dois anos consecutivos, 1997 e 1998, a Cia participou do Via Bahia Festival em Salvador. Em 1999 foi agraciada com o prêmio Funarte para circulação com o espetáculo “CRASE”.Em 2007 a Cia. Venceu o Edital Yanka Rudska da Fundação Cultural do Estado da Bahia e em 2008 o edital Ninho Reis de Circulação Cultural da mesma fundação.